quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

ROMANCES DE DRAGONLANCE EM PORTUGUÊS!



 A Jambô Editora anunciou na Dragão Brasil 140 que trará as premiadas trilogias de Dragonlance Crônicas e Lendas  em Português!!! Se você não teve a chance de jogar no cenário de campanha de Dragonlance, esses romances lhe mostrarão porque os fãs dizem que ele é o melhor cenário de campanha de D&D existente!

Eu  Possuo o cenário e as cronicas iniciais de Dragonlance lançados na década de 90, Dragões do Crepúsculo de outono, Dragões da noite de inverno e Dragões da alvorada de primavera. que contam sobre os hérois da guerra da lança; também possuo o tempo dos  Gêmeos, lançado a cerca de 3 anos pela  Dewir. São livros maravilhosos e graças a jambo eu poderei comprar a Guerra dos Gêmeos e o  Teste dos  Gêmeos. Espero que a Jambo siga com suas traduções de dragonlance  traduzindo o s outros livros. E que venham mais mateirias mais livros  do nosso elfo negro favorito e tantos outros como o tempo das perturbações de Forgotten  Realms.  

Ambas as trilogias serão lançadas ainda em 2019, com datas à confirmar.
Livros da trilogia Chronicles:
• Dragons of Autumn Twilight;
• Dragons of Winter Night;
• Dragons of Spring Dawning.
Livros da trilogia Legends:
• Time of the Twins;
• War of the Twins;
• Test of the Twins

Que venha mais literatura Jambô. 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

A fortaleza do Grifo



Idéia de aventura: 
Os heróis chegam a vila  pouco antes de um cerco purista. use as regras de batalha apresentadas na Dragão 130 para definir o combate. 

O senhor do Grifo - Arquiduque. 
Humano, Nobre 10, Cavaleiro 5, LN, ND13
Deslocamento 9m, PV 155pv
CA 27 (+6 nível, +1 Des, +9 armadura, +3 escudo, +4 autoconfiança, +4 Especialização em Combate); corpo-a-corpo: espada longa magistral +21 (1d8+14, 19-20); hab. autoconfiança, comandar aprimorado, contatos, estrategista,  frivolidade, herança, liderança aprimorada, orgulho, Código de  honra, desafio (glória,  integridade, Gloria aprimorada), caminho do cavaleiro (especialização em armadura), 1/dia, riqueza;
Fort +10, Ref +6, Von +9; 
For 20, Des 12, Con 18, Int 18, Sab 16, Car 10.
Perícias e Talentos: Cavalgar +17, Conhecimento (estratégia) +21, Conhecimento (história) +17, Conhecimento (nobreza) +17, Diplomacia +17, Iniciativa +17, Intimidação +17, Intuição +16,  Percepção +16; Comandar, Comandar Aprimorado, Especialização em Combate, Foco em Arma (espada longa), Foco em Armadura (pesada), Foco em Escudo (pesado), Foco em Perícia (Conhecimento [estratégia]), Liderança, Especialização em arma: espada longa, Golpe poderoso.
Equipamento: armadura completa de mitral +1, escudo pesado obra-prima, espada longa magistral. Graças ao talento Comandar Aprimorado, o Senhor do Grifo pode gastar uma ação de movimento para gritar ordens para seus subordinados, fornecendo +2 nas jogadas e testes deles por 5 rodadas.

Lord Donald Bartholomeu LeninRov III

"Elfas são seres imundos que  geram bastardos meio humanos, ainda assim a lascívia dos soldados pode ser aplacada por seus corpos, antes de suas execuções."
Lord Donald é membro de uma das famílias nobres  de media importância  dentro de Yuden. Ainda assim A família tem assumido  grande poder  desde que os puristas tomaram o reino. Apoiadores dos puristas seus membros sempre estiveram apoiando e integrando o Leopardo Negro.
Donald cresceu  assim como a maioria dos puristas odiando não humanos. Mas seu pai tinha um hábito de escravizar e dominar elfas. tendo desenvolvido um harém. Ele se deleitava com a tortura  e com o sadismo para com suas vitimas, e  foi morto por uma de suas escravas.
Donald  jurou no leito do pai que não cometeria o mesmo erro, assim  após a morte do pai ele liderou os seus  soldados para dentro do haren. por  três dias seus  homens  violentaram e mataram cada uma das jovens elfas. Já para a jovem assassina o piro  destino foi   criado. Os homens que presenciaram o evento declaram que a elfa passou por violências indescritíveis.
Donald  lidera uma tropa de  soldados puristas cujo objetivo é caçar aventureiros que atrapalhem os planos de dominar Bielefeld. Ele não esteve na batalha contra a capital do reino dos cavaleiros, por estar liderando algumas das tropas que invadiram o sul de  Bielefeld. Ele é extremamente rancoroso e odeia acima de tudo elfos. 

Lord Donald Bartholomeu LeninRov III ND11
Capitão-cavaleiro: humano, Nobre 4/Guerreiro 4/Oficial de Yuden 5,
LM; Médio, desl. 9m; PV 110;
CA 40 (+6 nível, +1 Des, +9 armadura, +3 escudo, +4 autoconfiança, +2 formação invencível, +1 base do guarda, +4 Especialização em Combate); corpo-a-corpo: espada longa magistral +20 ou +22 flanqueando (2d8+9, 2d8+11 contra humanoides não humanos, 19-20); hab. autoconfiança, comandar aprimorado, contatos, estrategista, formação invencível, frivolidade, herança, liderança aprimorada, orgulho 1/dia, riqueza;
Fort +12, Ref +8, Von +11
For 16, Des 12, Con 16, Int 13, Sab 10, Car 18.
Perícias: Cavalgar +17, Conhecimento (estratégia) +21, Conhecimento (história) +17, Conhecimento (nobreza) +17, Diplomacia +17, Iniciativa +17, Intimidação +17, Intuição +16, Ofício (soldado) +17, Percepção +16;
Talentos: Comandar, Comandar Aprimorado, Conhecimento de Postura (base do guarda, pata do leopardo), Especialização em Combate, Foco em Arma (espada longa), Foco em Armadura (pesada), Foco em Escudo (pesado), Foco em Perícia (Conhecimento [estratégia]), Liderança, Ódio Puro, Treinamento Purista, Vontade de Ferro.
Equipamento: armadura completa de mitral +1, escudo pesado obra-prima, espada longa magistral. Graças ao talento Comandar Aprimorado, o capitão-cavaleiro pode gastar uma ação de movimento para gritar ordens para seus subordinados, fornecendo +2 nas jogadas e testes deles por 5 rodadas.
Além disso, graças à sua habilidade formação invencível, ele fornece +2 na classe de armadura de qualquer subordinado dentro de 9m. Se precisar atacar pessoalmente, um capitão-cavaleiro pode adotar a postura pata do leopardo, para receber +2 nas jogadas de ataque em troca de –1 na classe de armadura (por abandonar a postura base do guarda) e –2 nos testes de resistência.

Escolta ND 6 - 10 soldados

Humano, Guerreiro 5/Soldado de Elite de Yuden 3, Leal e Maligno
Iniciativa +12
Sentidos: Percepção +11.
Classe de Armadura: 26.
Pontos de Vida: 95.
Resistências: Fort +12, Ref +6, Von +11 (+15 se estiver seguindo ordens de um oficial purista).
Deslocamento: 6m.
Ataques Corpo-a-Corpo: espada bastarda +17 ou +12/+12 (2d10+12, ou 2d10+14 contra humanoides não humanos, 19-20).
Ataques à Distância: besta pesada +13 (2d12+4, ou 2d12+6 contra humanoides não humanos, 19-20).
Habilidades: For 21, Des 13, Con 20, Int 10, Sab 10, Car 8.
Perícias: Atletismo +7, Ofício (soldado) +11.
Equipamento: armadura completa reforçada, besta pesada obra-prima, escudo pesado, espada bastarda obra-prima, 10 virotes.

Ou como unidade (regras de unidade podem ser encontradas no suplemento Guerras Tauricas e na Dragão Brasil 130).
Humanos, Guerreiro 5/Soldado de Elite de Yuden 3, Leal e Maligno ND10
Iniciativa +12
Sentidos: Percepção +11.
Classe de Armadura: 26.
Pontos de Vida: 475.
Resistências: Fort +12, Ref +6, Von +11 (+15 se estiver seguindo ordens de um oficial purista).
Deslocamento: 6m.
Ataques Corpo-a-Corpo: espada bastarda
+27 ou +22/+22 (2d10+12, ou 2d10+14 contra humanoides não humanos, 19-20). acrescente dano extra  pra  cada 3 pontos em que exceder a CA do alvo.
Ataques à Distância: besta pesada +23 (2d12+4, ou 2d12+6 contra humanoides não humanos, 19-20). Acrescente dano extra  pra  cada 3 pontos em que exceder a CA do alvo.
Habilidades: For 21, Des 13, Con 20, Int 10, Sab 10, Car 8.
Perícias: Atletismo +7, Ofício (soldado) +11.
Equipamento: armadura completa reforçada, besta pesada obra-prima, escudo pesado, espada bastarda obra-prima, 10 virotes.

Novos Talentos:
Leopardo Negro, Ódio Puro, Treinamento Purista - Dragão Brasil 130
Nova Classe de Prestigio - Dragão Brasil 130 (publicada com a autorização do Guilherme Dei Svadi da Jambo editora.)

Soldado de Elite de Yuden
A maior parte das nações tem um exército; Yuden é o Exército com Uma Nação. Quase todos os cidadãos de Yuden sabem lutar, quase todos empunham armas (mesmo que sejam simples facas ou foices), quase todos têm uma postura e disciplina marcial. Pode-se dizer que quase todos os cidadãos de Yuden
são, ao seu modo, soldados. O soldado de elite de Yuden faz todos estes parecerem amadores.
O soldado de elite é a máquina de combate que torna o Exército com Uma Nação tão temido. Mais do que guerreiros, os soldados de elite são treinados e forjados apenas para cumprir ordens e matar os inimigos do reino. Não se consideram heróis, não desejam ser aventureiros, não almejam, necessariamente, ser oficiais. Sabem que a força de Yuden depende de suas fileiras de infantaria, daqueles que têm orgulho em fazer parte do todo, dos que se destacam apenas na parede de escudos e nos batalhões.
O soldado de elite não sonha, não se distrai, não teme, não questiona, não fraqueja. Ele obedece.

Habilidades de Classe

Vida militar: o soldado de elite de Yuden recebe um talento de combate à sua escolha. Além disso, níveis nesta classe contam como níveis de guerreiro
para pré-requisitos de talentos e outras habilidades.
Equipamento padronizado: por passar anos treinando sempre com as mesmas armas, o soldado de elite se torna muito eficaz no uso delas, ao custo de perder um pouco da versatilidade típica de um guerreiro. A partir do 2º nível, sempre que ataca com uma arma com a qual possua Foco em Arma, o soldado de elite causa um dado a mais de dano do mesmo tipo. Por exemplo, com uma espada
bastarda, causará 2d10 pontos de dano. Entretanto, com armas com a qual não possui Foco em Arma, o soldado de elite sofre –2 nas jogadas de ataque.
Disciplina marcial: anos de doutrinação e obediência cega deixaram a mente do soldado de elite de Yuden tão rígida quanto aço. No 3º nível, ele soma seu bônus de Força em seus testes de Vontade.
Treinamento insano: os rigores do treinamento do soldado de elite de Yuden tornaram-no determinado e incansável. A partir do 4º nível, uma vez por dia, como uma ação livre, ele pode fazer um teste de Vontade. Ele recupera uma quantidade de pontos de vida igual ao dobro do resultado do teste.

Encouraçado: o soldado de elite confia nos trajes fornecidos pelo exército, e sabe como utilizá-los para maximizar sua proteção. No 5º nível, ele recebe redução de dano igual ao bônus na CA fornecido por qualquer armadura e escudo que estiver usando. Por exemplo, se estiver usando uma armadura completa +1 (CA+9) e um escudo pesado (CA+2), recebe redução de dano 11. Quando o soldado de elite recebe esta habilidade, deve escolher um tipo de dano físico (corte, esmagamento, perfuração). O tipo de dano escolhido ultrapassa a redução de dano fornecida por esta habilidade.

Pré-requisitos
• Raça: humano.
• Perícias: treinado em Ofício (soldado).
Talentos: Foco em Arma (espada bastarda), Foco em Armadura (pesadas), Tolerância, Vontade de Ferro.
• Bônus Base de Ataque: +5.
• Pontos de Vida: 5 PV + mod. Con por nível.

Nível
BBA
Habilidades
1
+1
Vida militar
2
+2
Equipamento padronizado
3
+3
Disciplina marcial
4
+4
Treinamento insano
5
+5
Encouracado
  
O soldado de Yuden  esta na Dragão Brasil 130.
Você pode comprar a sue edição no site da jambô pelo seguinte link:
https://jamboeditora.com.br/produto/dragao-brasil-130/

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Garotos perdidos parte II

Fazem duas semanas que o Senhor Drian nos levou para as ruínas. quando os mercenários  Atacaram  a fronteira  em direção a Norm, acreditávamos que era mais uma invasão de Portsmouth.
Estávamos errados...
Nos primeiros dias acreditávamos que  tropas dos cavaleiros da luz apareceriam. Mas isso também não aconteceu. Então chegaram as primeira noticias, o Castelo da Ordem da Luz e Norm, foram tomado por algum tipo de magia negra, sombras se espalharam pela cidade e Salvo por alguns fugitivos, a cidade estava toda refém de uma magia maligna.
Conforme nossas provisões e dos outros  ali escondidos minguavam  mestre Driam passou a nos enviar a missões de busca de suprimentos.
Até  aquela invasão eu nunca havia matado um homem, mas isso tem se  tornado cada dia mais comum. Nessa manha fomos para o sul. As ruínas se situam em uma floresta  ao leste das propriedades rurais  em que vivíamos. O que  significa que estávamos indo  em direção ao sul, em direção a costa. Nosso povo tem medo do litoral, a algumas gerações o Dragão Rei Bhentos Saiu do mar e  arrastou a capital Lendilkar e toda a sua população para o fundo do mar. Monstros marinhos habitam a costa, e sereias encantam   aqueles que tentam corajosamente viver próximo ao mar, os levando para a morte nas profundezas do oceano. Ou assim todos  nós acreditávamos...
Enquanto eu liderava meus  amigos para o sul, caminhávamos agachados pela relva alta.
Estávamos vestindo armaduras de couro surradas, que Drian  havia nos Trazido  uns dias antes. As armaduras dos  homens da Torre de Vigilância da Marca Nickel.
Acho que os homens na torre foram os primeiros a serem  mortos.  Drian e  outros  homens mais velhos  haviam  ido até a torre, e tiveram uma pequena escaramuça com alguns mercenários que ali se encontravam.
Ainda assim viajávamos para o sul, na esperança que   mercenários de Portsmouth tivessem apenas se dirigido para Norm. Assim apos  algumas horas de viagem chegamos a primeira fazenda sulista. Tanto a casa  quanto os estabulos e galinheiros  eram apenas  ruínas queimadas.
-Aldebaram.-  Sussurrou  Luar. - Parece que  estiveram por aqui, nada restou.
Suspirei. e encarei meu amigo. Luar era um menino forte e acima do peso. Um pouco  atrapalhado, mas um leal companheiro.  não tinha uma boa vista por isso não carregava um arco,  apenas uma maça  de  guerra. Ele também trajava uma armadura de couro. Me lembrava um dos milicianos  da vila que  costumava passar muito tempo na taverna...  
- Temos de seguir em Frente. - Declarei com autoridade. Mas no meu intimo eu me questionava que autoridade eu tinha para liderar outros garotos de apenas 16 anos.
- Aldebaram - virei me encarando Belther - Acho que encontrei uns rastros..
- Humanos ou de animais?
Vi os olhos verdes do jovem loiro e magro se espantarem. O jovem vestia um manto verde e  possuía um arco nas mãos. Era o melhor arqueiro entre nós.
- Não faço a mínima idéia. - foi sua resposta...
-Não tem problema, ao menos você achou  rastros...-Respondi e comecei uma risada...
Rimos e seguimos para o sul...