terça-feira, 12 de junho de 2018

Linha do tempo - Arton, campanha do Raul

1/1413 retorno a Zacharov e a Valkaria. descobrem que além da asas arrancadas Puc foi amaldiçoado por Sckar. Velz muda sua família para Samburdia, E leva a lefou e seus filhos (agora as crianças tem 2 anos).Os heróis são atacados por servos de sombras daquele que deseja os talismãs.

1413 problemas em Sckhartantallas O grupo conheceu o dragão rei, O Puc impediu uma conspiração contra o dragão rei e terminou com as asas arrancadas do corpo pelo Dragão rei.

20/11/1412 Os heróis encontram nas sanguinárias a Dragoa meio súcubos e descobrem que Hiuku, Felts e Roger possuem filhos mestiços com a Dragoa.
Feltz escolhe permitir que a brutal rainha dragão continue dominando o lugar, mantendo o poder e impedindo draconatos de chegarem a Samburdia. Felts abre mão de gema de poder do rubi da virtude e lança uma benção em seu filho, tornando a criança em Leal e neutra, impedindo que o mal se torne parte da mesma. Roger transa com uma nativa durante um bacanal que termina com a morte de 2/3 dos participantes.

15/10/1412 Os heróis encontram um paladino humano nas ruínas sob a montanha. depois de venderem um dragão das sombras e pegarem um mapa. nas ruínas recuperam a segunda das gemas dos dragões.
uma múmia se une ao grupo em pregações ao lado neutro de kalydranoth.
Os heróis descobrem um portal da lua para Lannor em busca da terceira gema. Ao derrotar um ser de sombras eles conseguem o ovo de dragão.

12/10/1412 Apos chegarem na Forja de prata os heróis se reúnem a uma tropa de 500 anões para explorar uma ruína onde supõem estar outra gema ovo de dragão. Ao chegar no local enfrentam 500 draconianos que estavam no local liderados por 2 dragões anciões, vermelhos. Eles vieram da cidade do terceiro em busca do item. Antes que os heróis e os anões possam explorar o local , Reforços de mais 500 draconatos se dirigem pro local e mais 500 podem chegar.

10/1412 - Apos deixarem as cavernas os heróis resolvem viajar para Samburdia para descobrir como andam as coisas na fortaleza. Apos viajarem até a fortaleza anã em Salistick Iron Gate, investigam o desaparecimento de anões sob as cavernas. La descobrem um artefato chamado Gema ovo de dragão e o fantasma de um dragão o guardando. Apos isso Adicionam ao grupo um magus mudo e um ranger. Ao chegarem em Samburdia o Ranger resolve retornar para Salistick, Apos poucas horas na fortaleza o Local é a tacado por um exercito de draconianos liderados pelo Dragão de 5 cabeças guardião da cidadela flutuante de servos do terceiro deus. O Dragão apos ser derrotado foge e sua tropas são dizimadas. Os heróis o seguem até a cidadela draconica mas descobrem que o dragão esta reunido com um cavaleiro morto, uma demônia e com muitos seguidores de vantagem. os heróis decidem retroceder por enquanto.

10/1412 - Os dragonfang encontram algumas cavernas numa tentativa de entrar no castelo do Velho. E La enfrentam um diabo. nas cavernas sob Yuden enfrentam elementais. apos isso seguem para uma nova sala onde possui 6 portas. uma levando para uma sala onde tem uma mesa, e muitos quadros.
Após alguma exploração o grupo descobre o diário do Velho, e descobre que o mesmo não esta mais aliado ao demônio que aprisionou a alma da ladina.
O grupo então através do cubo negro viaja ao abismo onde resgata a garota e teleporta atrás de uma desejo de um gênio de volta a Arton. O demônio não é destruído e foge, mas a garota é salva.

09/1412 - Apos Retornarem das montanhas Lannestull, os DragonFangs preparam-se e partem para enfrentar o velho e seus seguidores. durante a viagem, acabam participando de eventos da rebelião Yudeana que levou a uma guerra civil no reino. Os Dragonfangs, fazem um acordo e libertam uma Dragoa, que promete fazer seu covil nas Sanguinárias.
Apos algum tempo os dragonfangs chegam as Terras do Velho.

07/1412 - Os dragonfangs descobrem que seu Paladino tem descendência de uma Dragoa de prata, também descobrem os planos de Servos de kallydranock trazerem um monstro e uma cidadela de volta a Arton. falham em impedir o retorno da Dragoa Tiamat , e entram na cidade banida através de um portal para tentar impedir o seu retorno. Os heróis falham na tentativa de impedir o retorno de Tiamat e da cidade dos Dragões. A Glaive é entregue a um dos rebeldes Draconianos que se opõem a Kally na cidade dos dragões.

15/05/1412 O primeiro grande embate, os Dragonfangs enfrentam um grupo de diabos que estava escravizando criadores de Cabras. A ação impensada do paladino antecipa o embate e resulta na morte dos escravos. O diabo líder foge, mas não antes de seus asseclas serem destruídos. Os Dragonfangs se dirigem para a torre de marfim para onde iam os diabos escravagistas.

29/04 Os dragonfangs chegam a Grande savana.

15/04 Os DragonFangs partem para o norte seguindo até Namalkah e depois atravessando o rio dos deuses para a Grande savana.

14/04 Volz apresenta A armadura feita do couro do dragão colossal, ele a nomeia Dragonpale. Ela ainda recebera novos aprimoramentos arcanos.

01/04/1412 Apos os Casamentos e o Torneio na marca Volz. Um imenso dragão azul ataca os heróis. Nesse intervir, O paladino da ordem da luz, morre e ressuscita apresentando sua natureza draconica. Agora o ultimo descendente de Lendilkar precisa partir para descobrir mais sobre a sua mãe. Os DragonFangs se preparam para partir.

30/03/1412 As celebrações dos casamentos começam, no primeiro dia Feltz Volz se casa, no segundo dia uma de suas irmãs casa, no terceiro dia ocorre o terceiro casamento e o torneio.

03/1412: Os Heróis apos 2 anos retornam a marca Völz. Para a Surpresa do Grupo família do jovem nobre decide que é hora de ele se casar, A noiva escolhida é Irma da Fugitiva namorada do minauro. Ai ser confrontado as origens do minauro são finalmente reveladas. Apesar das mentiras, o minauro é ainda reconhecido como membro do grupo. Aparentemente o minauro e sua namorada fugiram de Yudem após libertar prisioneiros ilegais que seriam executados pelo avô da mesma numa busca por imortalidade. Ainda assim existe uma recompensa em Yudem pela cabeça dos 2.
A noiva de Felz Chega em alguns dias.

02/1412: Ao Retornar a Zakarov, o grupo desmascara O nobre Silversting e seu local de adoração a Tormenta. Nesse combate os heróis enfrentam 2 golem de ferro e outro Cultista. dois dias depois diz, Silversitng é julgado por outros nobres. Graças a interferência Do grupo o irmão mais novo não consegue tomar as terras dos herdeiros inocentes de Silversting. O grupo pode ter arranjado 2 novos inimigos, O irmão mais novo Frustrado pelo Grupo em sua ânsia de tomar as terras,e a viúva e Herdeiros de Silvesting.
Alguns dias após isso, o grupo explora uma antiga ruína e enfrenta um morto vivo múmia e seus seguidores. Dentro do templo eles encontram o rubi da virtude relacionado ao deus da guerra. Apos o minauro ser tomado por uma fúria e quase matar 2 membros do grupo inclusive sua propria namorada. ele se acalma e passa a ser portador do rubi de Keen

03/01/1412: O grupo entra no templo do trovão sob a loja do comerciante chamado Tio. O clérigo explica aos guardiões do local que não é pretendido profanar o templo. O grupo encontra 2 artefatos e os troca pelo artefato do tigre. O grupo enfrentou e derrotou um Ashura. O templo foi reativado e apesar dos guardiões destruídos. Os aventureiros encontraram armaduras feitas de Papel aço. O clérigo ficou com uma katana mágica.

Primeiro dia do ano de 1412, Solstício de Verão. Os aventureiros chegam em Valkaria. Se hospedam na casa do Jet Lee, pai de Hyuku, CLÉRIGO de Lin-Wu. Conhecem o Casal, Roger Of Shadow, minauro Guerreiro, Scheyla Von Einseberg, sulfure Arqueira, que literalmente caem do céu sobre o grupo. Felz presenteia a família Lee com duas wakisashis obra primas feitas de dente de dragão.

12/09/11 Exin(Mês de Leen): Os aventureiros confrontam um culto a tormenta e descobrem que vários membros se ocultam pelo reinado. Decidem ir até Valkaria aonde um dos membros parece estar escondido, também descobrem que um membro da família Silversiting - Jacob Silversiting (nobres de Zakarov), O mercador Jacob Jacobsen (Trebruck) e Mickail (um lefou sem pátria) seguem um idoso conhecido como o Pai que possui uma bengala com cabeça de águia e possui olhos azuis, são parte de um culto a Tormenta de grandes proporções. Na viagem entre Trebruck e Valkaria tentam desfazer a lavagem cerebral do culto a Tormenta sobre um garoto filho de uma adoradora da tormenta. Pretendem deixar o garoto para ser educado em um templo de Valkaria ou de Lin-Wu.

03/09/11 Exin, nasce Jan Mistislav Silvercrown Asloth, filho do Conde Ferren Asloth e Elizabeth Silvercrown.

28/08/11(Weez mês dedicado a Tannatoh) Os aventureiros chegam no monastério do12/09/11 Exin(Mês de Leen): Os aventureiros confrontam um culto a tormenta e descobrem que vários membros se ocultam pelo reinado. Decidem ir até Valkaria aonde um dos membros parece estar escondido Mestre Mascarado e lá encontram mais um talismã sagrado, talismã do Carneiro (viagem astral), que é entregue ao clérigo de Lin-Wu. Decidem ir até Nitamura para conseguir mais informações.

15/06/11 Anões Da Familia Silverhammer retomam as antigas fortalezas de Salistick. As Fortalezas de Portão de Ferro e Hargrove que foram limpas pelos DragonFangs.

28/05/11 Os aventureiros encontram um dos 12 Talismãs Místicos, e descobrem que existe uma sociedade secreta que pretende utilizá-los para despertar Yamata No Orochi. O Clérigo de Lin-wu fica com o talismã do Touro (força).

15/05/11 Os aventureiros encontram elos habitando uma antiga fortaleza anã. Firmam um acordo dos elos abandonarem a fortaleza um mês depois. Os elos alegaram ser seguidores de Tenebra, mas pelo símbolo que usavam descobriu-se que eram seguidores de Glorien. Eles estavam atrás de um artefato escondido na fortaleza anã; Qual o artefato ou para onde foram permanece um mistério.

27/04/11 Os aventureiros chegam no Castelo de Greyfox, onde conhecem Adam Greyfox, nobre de Sallistick com terras em Samburdia, que cede o terreno dele para Völtz. Assim como cede o terreno onde esta uma das fortalezas anãs a fortaleza Hargrove.

30/04/11 Os aventureiros exploram a Fortaleza, destruindo os mortos vivos que lá se encontram e conhecendo o metal Orichalcum, assim como adquirem a adaga mágica Lanima Oculta de Timbira e o Cubo.

17/04/11 O grupo reencontra Krull que está acompanhado do ladino Mordekaiser

01/04/11 Os aventureiros enfrentam um grupo de mortos vivos na fronteira com Sallistick.

01/03/11 1º de Cyd, Mês dedicado a Keen: Os aventureiros seguem as montanhas e encontram um dragão azul. Ao destocá-lo descobrem que as trilhas provavelmente o levam a uma armadilha. O grupo reencontra Severo. O dragão revela que o paladino do grupo é o ultimo descendente de Lendilkar.

30/02/11: Os aventureiros chegam na vila que haviam conhecido aos pés das Sanguinárias. Infelizmente ela está toda destruída, por servos de Kallyadranoch. Eles decidem ir caçar os responsáveis

30/01/11 Dia da Ascensão/Aniversário de Vectora: Durante o dia da Ascensão de 1411, um exercito combinado de nativos de Sckarshantallas e anões, com o apoio de um grupo de aventureiros tomou de volta o Forte Negro nas Montanhas Sanguinárias. Começando assim a primeira incursão de sucesso da chamada Reconquista.

27/01/11 Os aventureiros travam conhecimento de mais dois grupos que estão interessados no Forte. Anões, guiados por Bradock Martelo de Prata, e humanos de Sckarshantallas guiados por Elric Sckarling. Criando uma Aliança eles preparam para tomar Sckarshantallas

25/01/11 Os aventureiros travam contato com a Tribo dos Escaladores de Montanha, e descobrem que a fortaleza está tomada por um dragão

16/01/14011:Os aventureiros chegam a uma pequena vila aos pés das Montanhas Sanguinárias. E travam conhecimento de um Cult oi a Kallyadranoch. Os aventureiros confrontam o sacerdote e o paladino o derrota em combate corpo a corpo.

30/11/1410. Os aventureiros chegam a Portsmouth, durante a viagem entram em conflito com membros de uma companhia mercenária. E descobrem que o Conde Ferren Asloth está para se casar com Elizabeth Silver Crown, jovem nobre de Nova Gonhdrian. O resto da viagem transcorre em paz

16/11/1410: Os aventureiros chegam em uma pequena vila a qual um buraco e misteriosos desaparecimentos ocorrem, estes desaparecimentos estavam ligados a um portal para o Reino dos Pesadelos, após enfrentarem as criaturas, os aventureiros conseguiram deter o portal ao fazer um ex-Paladino a recuperar a fé e a coragem perdida.

02/11/1410 Os aventureiros chegam em Bielefeld após atravessarem Wynlla.

15/10/1410 15 de  Lunaluz de 1410
Os aventureiros chegam em Nova Khalifor, atualmente indo em direção as Sanguinárias atrás da Forja e do Martelo de Prata. Descobriram um destacamento de Schkarshantallas. Voltz Assina um tratado de venda de armas entre Sua família em Zhakarov e Schartantalas.


A queda de Elianor

Author: Anderson

Relato de um soldado sobrevivente do ataque a vila de Elianor, em Namalkha, 18 de março de 1412 ano da imperatriz.
Meu nome é Amidias, sou um ginete desde que me entendo por gente. Trabalhava numa pequena fortificação entre Suth Eleghar e a vila de Elianor. Estava alocado lá já fazia quase um ano, gostava do meu posto, afinal era tranquilo e como minha família era de Elianor, eu não estava longe de casa!
Foi durante uma das muitas noite que passei lá que a noticia chegou, aquela noite já não estava muito boa, os cavalos estavam inquietos, Kamhar o sacerdote de Hippion tinha dito que tinha visto em seus sonhos um pasto em chamas, e botas negras a pisa-lo .... O primeiro cavaleiro chegou a lua não estava nem a pino, ele estava exausto assim como seu animal, o comandante mandou que ele entra-se. Ele trazia noticias de Suth Eleghar, segundo ele a cidade estava sendo sitiada...
O mensageiro havia sido despachado as pressas da cidade junto com outros na manhã anterior, logo quando as primeiras tropas yudenianas apareceram no horizonte da cidade. Confrontado quando o perguntado com o que aconteceu com seus companheiros ele só disse que alguns morreram no caminho, outros foram dar o alerta em outros locais - o mesmo disse que assim que os yudenianos apareceram algo acontecerá, ninguém na cidade conseguia mais usar magia para fugir do lado de dentro das muralhas! Na mesma hora o nosso comandante mandou dois homens de volta a Elianor, eles eram encarregados de enviar uma mensagem a capital - a guerra tinha atingido Namalkha.
Eu lembro que nos dias que seguiram fizemos tudo que nos foi mandado a risca. Mantivemos nossa posição, fazíamos patrulhas no intervalo de poucas horas, as noites eram todas longas - eu mesmo não consegui dormi - esperávamos ajuda da capital. Seis dias depois da chegada do mensageiro nossos batedores viram as primeiras tropas a se aproximar. Os soldados yudenianos, a grande maioria a pé, vinham do sul - tinhamos topado com algumas patrulhas em outras direções, mas pela quantidade, sabiamos que Suth Eleghar não tinha resistido, do contrário tantas tropas não a ignorariam assim. Nosso comandante mandou que voltássemos para Elianor - e foi o que fizemos.
O prefeito de Elianor tinha sido esperto! Nos dias que passamos esperando as tropas de Yuden ele despachou ordens para que todos os fazendeiros no raio de 5KM da vila viessem para lá. Despachou homens e carroças para trazer o máximo de alimento das fazendas para dentro das muralhas da vila - Elianor era uma vila relativamente grande, contava com pouco menos de 200 famílias, com os fazendeiros do campo chegava a quase 250. A sua muralha era de madeira, mas era grossa e alta, suas ruas eram largas - próprias para o uso de cavalos - tinhamos cerca de 250 homens, juntando milicianos e soldados, e mais uns 300 colocando uma espada na mão dos homens em idade para lutar.
Durante a noite vimos fogo no horizonte - os yudenianos atearam fogo em todas as construções próximas a vila, era bonito de se ver, mas horrível quando imaginávamos que se não chega-se ajuda, seríamos nós a queimar em breve. Presente na vila no dia que fomos sitiados estavam 3 grupos de aventureiros, um deles resolveu sair e tentar escapar das tropas que estavam na região - se conseguiram eu não sei e talvez nunca saiba - já os outros dois resolveram ficar e nos ajudar. Havia um elfo num deles, ele era um feitiçeiro, logo no começo ele levou nosso comandante e o prefeito para a capital, eles tinham esperança de buscar ajuda.
Meu comandante me falou depois que quando chegou na capital a situação logo o fez perder as esperanças de conseguir ajuda. Lá ele soube que a cidade de Suth Eleghar só aguentou tres dias de cerco, e que suas muralhas foram postas abaixo por uma especie de golem, parecido com a coisa que o infame arsenal tinha usado anos antes, só que menor e em maior quantidade. Ele disse tambem que todas as vilas e cidades menores da fronteira haviam sido queimadas ou tomadas, e que Minua estava citiada! Ele não foi nem recebido por nenhuma autoridade que pudesse nos ajudar, as tropas tinham sido convocadas para proteger a capital, as cidades e vilas do interior do reino tinham sido abandonadas a propria sorte! E pra piorar tudo o filho do Regente estava desaparecido.
No quinto dia, tinhamos batalhões a nossa porta! Vigiamos as ameias dia e noite, mas os yudenianos aparentimente estavam esperando. Recebemos um emissario a noite marcando um encontro, ao amanhecer eu o comandante, o prefeito e quatro dos nove aventureiros que estavam na cidade fomos encontrar o comantante inimigo. Nosso encontro foi sob uma tenta no campo - entre a cidade e o exercito - ele estava protegido por meia duzia de guardas que vestiam preto e alguns outros servos - talvez um mago ou clerigo entre eles, eu não sabia diferenciar. Sua aparencia era temivel, trajava uma armadura completa - que eu podia jurar que brilhava quando o sol batia, um preto fosco - em sua cintura uma grande espada bastarda de vidro avermelhado, sua capa, tambem negra, hostentava um leopardo pronto para dar o bote, parecia ter na faixa de seus 40/50 anos, mas em otima forma fisica. Ele foi apresentado como Capitão-Cavaleiro Haisemberg Vromtauk.
As negociações foram tensas. O capitão de Yuden fez exigencias absurdas! Ele exigiu a rendição da vila formalmente, metade de todas as provisões nos celeiros, todos os homens com profissões de prioridade iriam seguir com suas tropar (pedreiros, ferreiros, padeiros) e a mais absurda de todas - todos não humanos deveriam ser presos imediatamente e seriam levados para outro lugar. As tentativas de dissuadi-lo foram inuteis....Por vezes achei que uma a batalha ia começar ali na tenda e quando o elfo aventureiro falou então.... O importante é, a unica coisa que se concordou foi que as crianças e mulheres humanas não deveriam participar daquilo. O capitão yudeniano deu salvo condutos para elas saírem da vila a salvo, até o anoitecer, após isso ele mataria todos que ficassem dentro das mulharas, estendendo o beneficio para o pai de cada familia ( eu entendi a estratégia do maldito! ele sabia que se nos deixa-se sem esperança, se a vida de nossas familias dependessem disso, lutariamos até a morte, e mesmo que eles tomassem a o lugar suas perdas seriam enormes! Esse salvo conduto iria nos dividir! Afinal qual pai diante da morte de seus filhos não iria exitar? E qual homem, mulher ou mesmo Deus pode condena-lo por isso?!).
O resto do dia foi de tensão em Elianor. Muitos queriam ir, mas por medo de retaliação, esperavam - tambem tinham medo das palavras do Capitão de Yuden serem mentirosas. Bastou a primeira familia se retirar - um ferreiro, sua mulher e suas 4 filhas - para o exodo começar. Varias familias reuniam seus pertences e saiam, levando muitos dos nossos homens juntos. Poucas pessoas resolveram ficar, algumas por serem cabeças duras demais, outras por não terem escolha (muitos centauros viviam em Elenor, assim como alguns Halfligns e anões) e poucas por terem um senso de heroismo verdadeiro. Relutantimente eu fui um dos que partiram - meu comandante me deu a missão de contar essa historia a vocês daqui da capital, eu não queria deixa-lo, mas entendi que eu era um dos mais estudados da minha guarnição, tinha que ser eu - deixei para tras algumas pobres familias de não humanos, e pouco mais de cem homens que dariam suas vidas por Namalkha. Ao cair daquela madrugada, mesmo a milhas do lugar, eu os ouvi queimar....
Faço aqui um apelo a todos aqueles que lerem essa carta, ou ouvirem meu relato, venham para Namalkha, ajude-nos, pois temo que sozinhos não resistiremos muito mais.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

AURUMPENTE MEIO-DRAGÃO DE OURO / MEIO-NAGA GUARDIÃ


Nagas e dragões compartilham muitos atributos, incluindo a alta inteligência, a aptidão mágica e o apreço pela solidão.
Sendo assim, alianças entre eles são relativamente comuns, e algumas parcerias dão origem a um mestiço, tal qual Aurumpente.
Algumas vezes confundido com um couatl ou até mesmo com um dragão perneta, o alado Aurumpente vive uma existência esquiva no fundo da selva. De tempos em tempos, ele emerge de sua caverna para contrariar os planos de criaturas más da área ou ajudar criaturas benevolentes no que elas precisam.

Aurumpente: Meio-dragão/meio-naga guardiã; ND 12; dragão Grande; DV 11d10+55; 115 PV; Ini +2; Desl.: 12 m (8 casas), vôo 24 m (médio) (16 casas); CA 22 (toque 11, surpresa 20); BBA +7; Agr. +21; Atq corpo a corpo: garra +16 (1d6+9) ou toque à distância: cuspe +9 (veneno); Atq total corpo a corpo: 2 garras +16 (1d6+9) e mordida +11 (2d6+4 mais veneno) ou toque à distância +9 (veneno); Face/alcance: 3 m/1,5 m; AE cuspe, magias, sopro (cone de fogo de 9 m), veneno; QE imunidades (fogo, paralisia, sono), visão na penumbra, visão no escuro 18 m; Tend. LB; TR Fort +8, Ref +7, Von +11; For 29, Des 14, Con 21, Int 18, Sab 19, Car 20.
Perícias e Talentos: Blefar +19, Concentração +19, Diplomacia +18, Esconder-se –2, Identificar Magia +18, Intimidar +16, Obter Informação +12, Observar +20, Ouvir +20, Procurar +11, Sentir Motivação +18; Esquiva, Ignorar Componentes, Magias em Combate, Prontidão, Reflexos Rápidos.
Cuspir (Ext): Aurumpente pode cuspir seu veneno a 9 m com uma ação padrão. Esse ataque de toque à distância não tem incremento. Qualquer oponente atingido pelo ataque deve ser bem-sucedido num teste de resistência de Fortitude (CD 20) contra o veneno de Aurumpente, como descrito acima.
Magias: Aurumpente conjura magias como um Feiticeiro de 9° nível. Ele tem acesso às magias de clérigo e da lista dos domínios do Bem e da Ordem.
Sopro (Sob): Uma vez por dia, Aurumpente pode soprar um cone de fogo de 9 m. Cada criatura na área receberá 6d8 pontos de dano de fogo, ou metade disso se passar num teste de resistência de Reflexos (CD 20).
Veneno (Ext): Aurumpente inocula seu veneno (Fortitude 20) cada vez que acerta seu ataque de mordida. O dano primário é 1d10 de Con, e o secundário o mesmo.
Magias de Feiticeiro Conhecidas (6/8/7/7/5; CD base 15 + nível de magia): 0 – criar água, curar ferimentos mínimos, globos de luz, brilho, detectar magia, romper mortos-vivos, mãos mágicas, ler magia; 1° – comando, curar ferimentos leves, detectar o mal, mísseis mágicos, sono; 2° – detectar pensamentos, cativar, invisibilidade, suportar elementos; 3° – dissipar magia, dificultar detecção, idiomas; 4° – enfeitiçar monstros, metamorfose.
Exemplo de Tesouro: 1.993 PO, uma granada violeta (600 PO), uma varinha de bola de fogo (18 cargas).

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Linha do tempo de arton

Observação em vermelho coisas Acrescentadas no blog.

7 Bilhões de Anos Atrás. O Nada e o Vazio se unem para gerar Arton e os vinte deuses maiores que formariam o Panteão.

7 a 5 Bilhões de Anos Atrás. Azgher, Deus do Sol, e Tenebra, Deusa da Noite, lutam entre si. A luta termina empatada e Arton recebe doze horas de luz e doze horas de escuridão.

1 Bilhão de Anos Atrás. Uma lágrima de Lena, Deusa da Vida, preenche os oceanos de Arton com vida. O Grande Oceano molda essa vida em infinitas criaturas, incluindo os elfos-do-mar.

700 Milhões de Anos Atrás. Moldados pelas mãos de Allihanna, a Deusa da Natureza, os seres vivos se arrastam para a terra firme.

300 Milhões de Anos Atrás. Surgem os primeiros dragões, esculpidos pelas mãos de Kallyadranoch.

260 Milhões de Anos Atrás. Começa o Reinado de Megalokk, Deus dos Monstros. Monstros, dragões e dinossauros dominam Arton, sufocando a proliferação de outras formas de vida.

200 Milhões de Anos Atrás. Após tornar-se o primeiro Dracolich de Arton, Tarso, antigo rei dragão negro, retira-se do mundo, hibernando para despertar em tempos futuros.

65 Milhões de Anos Atrás. Os deuses se unem contra Megalokk, fulminando grande parte de seus monstros. Os dragões recolhem-se a regiões inacessíveis, diminuindo sua influência direta sobre o mundo.

57 Milhões de Anos Atrás. Nascidos de Glórienn, surgem os elfos terrestres em uma região distante e desconhecida.

22 Milhões de Anos Atrás. Wynna, a Deusa da Magia, cria o povo-fada.

890 Mil Anos Atrás. Khalmyr, Deus da Justiça, e Tenebra, Deusa da Escuridão, se apaixonam. De sua união nascem os primeiros anões.

230 Mil Anos Atrás. Ragnar, um deus menor, cria os primeiros bugbears. Seus irmãos Graolak e Hurlaagh criam, respectivamente, os primeiros goblins e os primeiros hobgoblins.

180 Mil Anos Atrás. Hyninn, um deus menor, cria os primeiros halflings, ludibriando Khalmyr. Os halflings dividem-se em dois grupos: os Filhos de Hyninn constroem barcos e partem para o Grande Oceano, enquanto os Amigos de Marah permanecem nas colinas, onde eram protegidos por druidas da floresta.

160 Mil Anos Atrás. Valkaria cria a raça humana, destinada a desbravar Arton e desvendar os mistérios dos próprios deuses.

150 Mil Anos Atrás. Tenebra cria os trogloditas.

145 Mil Anos Atrás. Surge a ilha de Galrasia, arrancada de Vitalia, o Reino de Lena. Ali surgem os primeiros Thera-Psidah (antropossauros).

140 Mil Anos Atrás. Allihanna dá vida aos centauros e Sszzaas cria as Nagahs, as Nagas e outras raças de homens-serpente.

110 Mil Anos Atrás. Fundação da Primeira Cidadela do povo anão, na Montanha Invencível.

100 Mil Anos Atrás. Após demonstrar seu amor por outro dragão-rei, Beluhga, Rainha dos Dragões Brancos, é aprisionada por Khalmyr em uma cadeia de montanhas. Essas montanhas se congelam ao longo dos séculos e se tornam as Montanhas Uivantes.

90 Mil Anos Atrás. Tauron, Deus da Força, cria os minotauros.

6 Mil Anos Atrás. Fundação da cidade de Doher, futura capital de Doherimm, o reino oculto dos anões.

800 Anos Atrás. Ocorrem as primeiras escavações das Colinas dos Bons Halflings.

0. A frota élfica chega a Lamnor. Os elfos expulsam os hobgoblins de seu território. Fundação da cidade élfica de Lenórienn.

100. Tanna-Toh oferece aos seres humanos o dom da escrita, marcando o início da civilização artoniana.

254. Hydora, o Dragão-Rei Azul, toma a donzela élfica Hana como esposa e ambos dão origem aos Elfos-do-Céu.

391. Começa o conflito entre hobgoblins e elfos que ficaria conhecido como a Infinita Guerra.

500. O dragão-rei Sckhar funda o reino de Sckharshantallas.

632. Ocorre a Revolta dos Três. Os deuses Tillian, Valkaria e Kallyadranoch criam a raça lefeu, mais tarde conhecidos como “demônios da Tormenta”, e a Tormenta em outra Criação.

633. Os deuses revoltosos são descobertos e punidos. Tillian perde seu status divino e enlouquece, Kallyadranoch é totalmente esquecido e Valkaria é aprisionada em Arton na forma de uma gigantesca estátua de pedra. Hyninn e Ragnar ascendem ao posto de deuses maiores. Elaborado o Labirinto de Valkaria que, quando vencido, cederia liberdade a esta deusa.

700. Sszzaas, Deus da Traição, dá início a um plano para tomar o controle do Panteão, convencendo os outros deuses a criar os Rubis da Virtude e então roubando-os.

750. Khalil de Gordimarr organiza uma expedição ao continente de Ramnor (mais tarde conhecido apenas como Arton). Dos 150 membros da expedição, apenas 40 retornam com vida. Protas III, regente de Gordimarr, ordena a construção do forte de Khalifor.

809. O anão Wordarion Thondarim tem uma visão inspirada por Khalmyr. Os anões se recolhem aos subterrâneos, passando a habitar somente Doherimm, a Montanha Invencível, e as montanhas da Cordilheira Dorlanthur.

830. Fundação de Tamu-ra, o Império de Jade.

900. Ao norte de Ramnor, um rei orc organiza seus iguais para formar uma Liga, com a qual os orcs escravizam os clãs minotauros da planície. O fazendeiro Goratikis organiza um exército de minotauros e lidera seu povo em uma revolta, devolvendo a liberdade aos até então escravos. Goratikis então parte em peregrinação, e os minotauros começam a fundar uma cidade própria.

901. Retorno de Goratikis às terras de seu povo. Fundação da cidade de Gorakis.

937. Em Lamnor, o príncipe Renngard do reino de Mortenstenn pede a mão de Yllia, princesa do reino de Ghondriann, em casamento. Corullan VI, pai de Yllia, recusa violentamente o pedido. Yllia não se conforma e tenta chegar a Mortenstenn em segredo, mas é assassinada por bandidos no caminho. Amargurado, Corullan VI declara guerra a Mortenstenn. Aliança de Mortenstenn com os reinos de Cobar e Sidarid para combater Ghondriann.

939. Richlard, rei de Mortenstenn, é traído por seus aliados de Cobar e Sidarid e morre envenenado. Renngard consegue escapar para Ylloran, onde pede asilo. Formado o Triângulo de Ferro entre os reinos de Ghondriann, Cobar e Sidarid.

944. O Triângulo de Ferro toma o pequeno reino de Tarid. Formada a aliança entre os reinos de Ylloran, Gordimarr e Northgate. As tropas de Renngard e da aliança de Ylloran atacam o Triângulo de Ferro em Tarid. Começam os Anos da Forja, marcados pelos conflitos entre os reinos humanos.

948. Em Lamnor, nasce Roramar Pruss, que será no futuro o primeiro Imperador-Rei de Ramnor e o primeiro clérigo de Valkaria em muitos anos.

950. Em Lamnor, ocorre a Grande Batalha na planície de Yugarth. Os derrotados do Triângulo de Ferro são exilados para Ramnor, o continente norte habitado por bárbaros e monstros.

951. Morte de Goratikis por doença. Tiberus torna-se rei dos minotauros, rebatizando a cidade de Gorakis como Tiberus. Formação do reino de Tapista.

960. Roramar Pruss, uma criança na caravana de exilados, começa a ter visões de uma linda mulher de cabelos longos e pele alva. Mesmo sendo uma criança, Roramar convence os líderes da caravana a seguir suas instruções na colonização do novo continente.

977. Nasce Wortar Pruss I, filho de Roramar.

983. Nasce Cyrandur Wallas entre os exilados de Lamnor.

1007. O plano de Sszzaas é descoberto pelos demais deuses. O Deus da Traição é aprisionado por Khalmyr na forma de Avatar, mas todos pensam que ele está morto. Começa uma grande caçada aos clérigos de Sszzaas em todas as regiões de Lamnor e Ramnor.

1020. Os exilados de Lamnor encontram a estátua de Valkaria e fundam a seus pés a futura capital do Reinado. Essa data, que coincide com o início da primavera, fica marcada como o Dia do Reencontro, o mais importante feriado de Arton. Roramar Pruss torna-se o primeiro clérigo de Valkaria em muitos anos e é nomeado regente do futuro reino de Deheon. Ele então começa a apoiar grupos de aventureiros que desejam explorar o novo continente. Novas caravanas se formam e muitos grupos rumam para outros pontos inexplorados de Ramnor. Folk Steelheart organiza uma caravana e parte para o norte, onde faz os primeiros contatos entre humanos e anões no lado norte de Arton. Com a amizade entre humanos e anões crescendo, surge a cidade de Zakharin e o reino de Zakharov. Thomas Lendilkar e seu grupo, por sua vez, rumam para o leste, enquanto a família Wynallan retorna para o sul para formar uma extensão do reino de Deheon.

1021. Thomas Lendilkar chega ao litoral leste e funda o reino de Bielefeld. Insatisfeito por não ter sido escolhido regente de Bielefeld, Jakkar Asloth viaja para o extremo leste do reino e funda o condado de Portsmouth. Fundação de Salistick às margens do Rio Vermelho pelas famílias Balium, Ystamen, Aghmen e Acetos. Alguns colonos deixam Salistick e continuam sua viagem, encontrando o Rio dos Deuses. Tratado da Espada e da Forja assinado em Valkaria entre Roramar Pruss e Rondir Hammerhead II.

1022. Os colonos que deixaram Salistick encontram bárbaros nas terras ao norte. Começa a miscigenação entre as tribos das planícies do norte e os colonos de Lamnor: forma-se a vila de Palthar, na região que futuramente seria o reino de Namalkah. Alguns bielefenni continuam a explorar o leste do continente e travam os primeiros contatos entre humanos e halflings em Ramnor, na península conhecida como a Lança de Hyninn. Começa a surgir o reino halfling de Hongari.

1023. Cyrandur Wallas parte de Valkaria com uma caravana e inicia uma viagem exploratória pelas Montanhas Uivantes. Sua caravana permanece um tempo em Giluk, onde alguns de seus integrantes decidem se estabelecer, enquanto o restante continua sua exploração ao lado de Cyrandur.

1024. Fundação do pequeno reino de Svalas pelo barão Adrio Huigaw, no nordeste de Deheon.

1025. Fundação do reino de Tyrondir por Balek I, filho bastardo de Wynallan VI de Cobar. A caravana de Cyrandur Wallas continua sua jornada através das Uivantes rumo a oeste, mas uma nova caravana liderada por Jeantalis Sovaluris separa-se desta e segue em outra direção.

1026. Fundação do vilarejo de Triunphus, em algum lugar próximo do reino de Sckharshantallas.

1028. Surgem os primeiros rumores sobre a Floresta de Greenaria, um lugar de grande fertilidade. Vários colonos seguem para a região liderados por Morkh Amhor, um paladino de Azgher.

1030. Após anos de discussão e discordância com a família real de Deheon, os Yudennach rumam para nordeste. Fundação do reino de Yuden por Larf Yudennach. Fundação da cidade de Altrim e do reino de Petrynia por Cyrandur Wallas. Cyrandur Wallas vence em batalha Tuvak, o Rastejante.

1031. Morte de Roramar Pruss. Seu filho assume o trono de Deheon como Wortar I. Avnon e Quordot partem de Altrim em direção ao leste, sendo emboscados por assaltantes e perdendo-se no caminho. Encontro dos dois com o Avatar de Nimb. Eles então avançam pelo caminho e vão formando uma nova caravana para seguir em frente.

1032. Morkh Amhor derrota o Destruidor de Mundos, monstro lendário e desconhecido. Fundação de Sambúrdia na Floresta de Greenaria. Fundação do reino de Kor Kovith pela família Kovith, nas montanhas do Rio Iorvaen, entre o reino de Yuden e o futuro reino de Namalkah.

1035. Início e fim das batalhas entre a caravana de Jeantalis Sovaluris e dos bárbaros das florestas a oeste das Montanhas Uivantes, culminando com a vitória dos primeiros. Fundação do reino de Tollon por Jeantalis e sua caravana.

1037. Thomas Lendilkar tenta invadir a nação de Khubar. Os xamãs de Khubar realizam a invocação de Benthos, Dragão-Rei Marinho, que arrasa a costa de Bielefeld e afunda a cidade de Lendilkar, matando Thomas Lendilkar e toda sua família. Santhar Janz é eleito regente de Bielefeld.

1038. Após anos de viagem, a caravana de Quordot e Avnon chega à área batizada de Bosques da Boa Sorte, onde fundam o reino de Fortuna.

1040. Tratado de Paz entre o Reinado e Khubar. Khubar reconhecido como reino independente pelo Reinado.

1045. Fundação de Nova Ghondriann pelos irmãos Michard e Hoffel Gruffhelm e sua caravana composta por antigos ghondrianni.

1049. A tensão cresce entre os soldados de Tyrondir e Khalifor. Gillian Cloudheart, sumo-sacerdotisa de Marah na época, impede o início de uma guerra entre os dois lados.

1050. Wortar I envia Gustaf Vorlat, Dominic Schwolld, Ahmed Rigaud e suas famílias para colonizar o território a sudoeste, que viria a se tornar o reino de Ahlen. Alguns colonos se separam e fundam o reino de Collen. Primeiras histórias a respeito de uma terra de fadas nos confins de Sambúrdia.

1051. O grande mago Karias Theuderulf descobre fenômenos causados por áreas de magia selvagem na costa a sudeste de Deheon.

1056. Fundação de Wynnla, o Reino da Magia, por Karias Theuderulf.

1061. Morre Wortar I. Seu filho Dalamar Pruss assume o trono de Deheon.

1065. Ocorre o primeiro conselho dos chefes das diversas tribos e cidades das planícies do norte. Primeiro uso do nome Namalkah para referir-se a essas terras soberanas.

1070. Início das tensões entre Yuden, Namalkah, Salistick, Svalas e Kor Kovith.

1075. O Imperador-Rei Dalamar morre de causas misteriosas. Seu filho, Dallan, assume o trono, mas também morre por causas misteriosas. Guerra civil em Deheon. Yuden aproveita o vácuo de poder para conquistar Svalas e Kor Kovith, anexando seus territórios e ficando às portas de Salistick.

1076. Fim da guerra civil em Deheon. Wortar Pruss II, neto de Dalamar, é coroado Imperador-Rei no Dia do Reencontro. Wortar II reforça a política do Reinado e integra a maioria dos reinos existentes à aliança, com a ajuda da Igreja de Marah. A expansão de Yuden é contida.

1082. Morte de Tiberus em Tapista. Nenhum minotauro se julga capaz de governar sozinho e, por isso, é iniciada a República de Tapista.

1085. O reino de Namalkah é reconhecido como parte do Reinado. Um grupo de colonos petrynianos encontra a caravana de Quordot e Avnon. Alguns permanecem ali, enquanto outros continuam para o leste, atravessando o Rio Daganir e se estabelecendo nas terras adiante. Início das Guerras de Lomatubar, entre humanos e orcs. Fundação do reino de Lomatubar pelo regente de mesmo nome.

1086. O reino de Collen, nas ilhas a sudoeste do continente, é reconhecido como parte do Reinado.

1088. Talude, Mestre Máximo da Magia, chega a Arton.

1089. As famílias Schwolld, Vorlat e Rigaud entram num acordo pacífico. Construção da cidade de Thartann em Ahlen. Primeira Noite das Máscaras em Ahlen, que é reconhecido como parte do Reinado. Assassinatos de Setlick Schwolld e Fidgett Vorlat. Rickard Rigaud regente de Ahlen.

1090. Dozaen Aghmen, rei de Salistick, tem seu filho e esposa salvos por um doutor. Após a ocorrência, o médico desaparece. Dozaen começa a procurar mais médicos e pesquisar o ofício.

1094. A família Hershey organiza uma caravana e parte de Petrynia rumo a oeste. Fundação do reino de Hershey. Primeiros contatos com Tapista, protagonizados pelos hersheyers.

1095. Fundação da Grande Academia Arcana em um semiplano oferecido a Talude por Wynna. Fundação do Colégio Real de Médicos, em Salistick, por Dozaen Aghmen.

1100. Aisu Kuriimu, o grande monge, deixa Tamu-ra e parte para o continente. Após uma longa viagem ele chega às Montanhas Uivantes, onde funda um grande monastério.

1101. Início da Rebelião dos Servos em Sambúrdia, quando o povo, liderado por Gareth Friedel, decide se rebelar contra a ditadura do filho do regente.

1103. Fugindo dos conflitos causados pela Rebelião dos Servos, muitos colonos entram no território ao norte e entram em conflito com os bárbaros locais, que adoravam a figura de um dragão. Fundação das vilas de Hazonnd e Wondaronn. Intervenção de Sckhar na guerra entre colonos e bárbaros. Destruição das vilas de Hazonnd e Wondaronn e morte de grande parte dos colonos invasores por Sckhar.

1107. A Ordem de Sszzaas é extinta, mas os Rubis da Virtude continuam desaparecidos. Fim da Rebelião dos Servos após Wogar Aranth ser forçado a ceder as terras ao norte de Sambúrdia para os rebeldes, que capturaram seu filho. Fundação de Trebuck por Gareth Friedel.

1109. Concessão do futuro território de Callistia a alguns nobres de Namalkah. Surgem diversos condados e baronatos na região, onde o povo convive em paz com os bárbaros nativos. Mijaelett Pondsmith, de Trebuck, visita a terra das fadas, sendo o primeiro estrangeiro conhecido a conseguir sair do local. Primeiro uso do nome Pondsmânia para referir-se ao reino das fadas.

1110. Sambúrdia declara independência ao reino das fadas, para alívio da população. Pondsmânia é oficializada como integrante do Reinado, apesar disso não fazer muita diferença para as fadas.

1111. Início da Guerra dos Campos de Fogo, onde os minotauros de Tapista confrontam bárbaros da Grande Savana.

1112. Fim da Guerra dos Campos de Fogo. Tellos usa de força e prestígio para ser nomeado regente vitalício (princeps) de Tapista.

1113. Fundação da cidade de Malpetrim, em Petrynia.

1114. Nobres da corte de Namalkah começam a criar desculpas para se afastarem do reino. Assinado o Tratado de Nuesin. Callistia se separa oficialmente de Namalkah, tornando-se um reino independente.

1122. Sckharshantallas é reconhecido oficialmente como parte do Reinado.

1126. Primeiro ataque do Moóck a Triunphus, devastando a cidade e matando toda a sua população. Krilos, sumo-sacerdote de Thyatis, oferece sua vida em troca da ressurreição do povo da cidade. Concedida a Bênção/Maldição de Triunphus.

1142. Nascimento de Thogar Hammerhead I, primeiro e único filho de Rondir Hammerhead II, o até então regente de Doherimm.

1148. Morte de Wortar II. Roranir, seu neto, assume o trono de Deheon.

1177. O mago Vectorius desiste de ser aventureiro e se aposenta.

1180. Morte de Roranir. Roramar II, seu filho, assume o trono de Deheon.

1192. Morte de Rondir Hammerhead II. O hovem Thogar assume o trono de Doherimm

1196. Fundação da vila de Talinthar em Hongari.

1202. Morte de Roramar II. Valkyria, sua segunda filha, assume o trono como a primeira Rainha-Imperatriz do Reinado. Construção do navio Desbravador pela família Nuesin de Callistia. O Desbravador naufraga em sua primeira viagem e se torna um navio fantasma. Nesta época a nobre família dos Harringer se afunda em dívidas, abandonando seu modo de vida nobre para tornar-se nômade, até encontrar as minas de pedra-de-fumaça. Começa o surgimento da futura cidade de Smokestone.

1203. Primeiros ataques dos trolls subterrâneos Ghillanin em Doherimm.

1205. Devido a um incidente diplomático envolvendo o machado Zakharin, arma pessoal do deus menor Zakharov, os anões se retiram completamente do reino de Zakharov e selam as passagens entre Zakharov e Doherimm. Ocorre o Chamado às Armas: início da guerra com os Ghillanin em Doherimm.

1211. A cidade de Khadarantur, em Doherimm, é completamente arrasada pelos Ghillanin na guerra.

1215. Fim da Guerra dos Trolls em Doherimm, com a vitória dos anões.

1226. Morte de Valkyria. Phévio, seu filho, assume o trono de Deheon.

1246. Morte de Phévio. Thoran, seu filho, assume o trono de Deheon.

1249. O reino de Hershey começa a sofrer ataques de saqueadores marítimos.

1251. Em Hershey, uma caravana mercantil de Tapista é atacada por saqueadores e massacrada. Início da “proteção” dos minotauros sobre Hershey. Morte de Thoran. Seu irmão, Roramar III, assume o trono de Deheon.

1252. Talude e Vectorius se encontram na Grande Feira de Malpetrim. Desafiado, Vectorius começa a construção de Vectora.

1254. Nascimento de Thallen Kholdenn Devendeer, atual sumo-sacerdote de Khalmyr. Morte de Roramar III. Seu irmão, Wortar III, assume o trono de Deheon.

1262. Morte de Tellos em Tapista, em um duelo de honra. Guerra civil em Tapista.

1265. O General Pretorius vence seus oponentes e é nomeado Princeps de Tapista.

1268. O conde Brondar Asloth de Portsmouth inicia um plano para desestabilizar o controle de Bielefeld sobre as regiões mais afastadas do reino.

1269. Nascimento de Arthur Donovan II, em Bielefeld.

1275. Thallen deixa sua vila natal e parte para se tornar um aventureiro. Morte de Wortar III. Sua filha Vallanna assume o trono de Deheon.

1279. Fundação de Vectora, o Mercado nas Nuvens.

1290. Fundação da Ordem de Khalmyr, por Thallen Devendeer, e da Ordem da Luz, por Arthur Donovan II, as duas mais importantes ordens de cavaleiros de Arton. Seus fundadores são nomeados os novos sumo-sacerdotes de Khalmyr.

1292. Inicia-se a construção do Palácio Imperial de Valkaria, sob o reinado de Vallanna. Nascimento de Phillip Donovan, filho de Arthur Donovan II.

1298. Ideki, samurai de Tamu-ra, visita a cidade de Trokhard em Zakharov e ajuda a protegê-la de um ataque de gnolls, mas comete seppuku em seguida, por não conseguir cumprir a missão designada por seu mestre ao se deter na cidade. Nascimento de Philydio, neto de Vallanna.

1300. A família Asloth incita a tensão entre tribos bárbaras e o reino de Bielefeld. Deheon intervém, resultando na formação do reino independente da União Púrpura.

1305. Morte de Arthur Donovan II, fundador da Ordem da Luz.

1306. Nascimento de Niele, em Lenórienn.

1307. Completa a construção do Castelo da Luz. Desmascarado o plano de Trevor Raynieck por Phillip Donovan.

1312. Ocorre a saga do Disco dos Três em Malpetrim, onde Sartan, um antigo deus maligno, tenta voltar a este mundo, mas é impedido por um grupo de aventureiros. A Praga Coral é liberada sobre o reino de Lomatubar pelo mago Thurnsten Covariel, exterminando os orcs locais e encerrando as Guerras de Lomatubar. Phillip Donovan, filho de Arthur Donovan II, torna-se o novo comandante da Ordem da Luz.

1324. Morte de Vallanna. Seu neto Philydio assume o trono de Deheon.

1325. Fundação da Ordem dos Defensores da Vida.

1332. Casamento de Phillip Donovan e Heather em Norm, Bielefeld. Casamento de Philydio e Phévia em Valkaria, Deheon.

1342. Lorde Niebling, o gnomo, chega a Arton, após aparecer magicamente no Deserto da Perdição.

1343. Nasce Thormy, filho de Philydio e Phévia.

1345. A meio-elfa Loriane nasce e é abandonada nas proximidades de Khalifor, sendo acolhida por humanos.

1349. Os primeiros piratas chegam à ilha de Quelina, sob a liderança de Alrad Mão-de-Ferro.

1350. Morte de Pretorius em batalha em Tapista. O senador Aurakas, descendente de Tellos, faz manobras políticas e obtém o título de Princeps de Tapista. Concluído o Palácio Real de Valkaria. Primeiros contatos entre o Reinado e Tamu-ra.

1358. O Príncipe Thormy sai pelo mundo em busca de aventuras. Fundação da Vila Questor em Tyrondir.

1359. Morre Philydio, o Tranqüilo. Phévia assume a regência.

1360. Nasce Arthur Donovan III, filho de Phillip Donovan. Phillip sai em peregrinação, para honrar uma promessa a Khalmyr. Ano dos Ventos Verdes em Wynlla.

1364. O mais recente eclipse total do sol. Nasce Thwor Ironfist, futuro general bugbear. Morte de Phévia. Thormy retorna e assume o trono de Deheon. Fundação da Força de Elite da Guarda do Reinado, mais tarde conhecida como o Protetorado do Reino, pelos colegas do próprio Thormy.

1365. Diplomatas minotauros fazem os primeiros acordos de integração de Tapista ao Reinado. Aparecimento repentino do Navio em meio à ilha de Collen, provavelmente alvo de uma magia de teleporte mal sucedida.

1369. Cohared Frosthand inventa o gorad, em Hershey. Jedmah Roddenphord assume a regência do mesmo reino.

1370. Nasce Vladislav Tpish, futuro necromante, em Sambúrdia. George Ruud inaugura a Estalagem do Macaco Caolho. Nasce Arkam, futuro líder do Protetorado do Reino. Retorno de Phillip Donovan ao Castelo da Luz.

1371. Tilliann, o mendigo louco, é visto chorando copiosamente aos pés da estátua de Valkaria, e passa a viver na cidade.

1375. Nascimento de Logan Devendeer, futuro paladino de Khalmyr. Inicia-se a reclusão de Thallen.

1377. Ano da Chuva de Pêssegos em Wynlla.

1379. Nasce Hit, futura clériga de Nimb.

1380. O Rei Thormy casa-se com Rhavana, uma rainha amazona. O conde Ferren Asloth aumenta as tensões entre o condado de Portsmouth e a Ordem da Luz.

1381. Mestre Arsenal chega a Arton trazendo consigo sua máquina de guerra, o Kishin. Ocorre o Dia dos Gigantes em Valkaria, quando uma luta entre o Kishin e um estranho gigante extraplanar arrasa parte da cidade. O Kishin é destruído. Nascimento de Lisandra em Galrasia. Nascimento de Sandro Galtran.

1382. Nascimento da princesa Rhana, filha de Thormy e Rhavana. Ano da Grande Tempestade de Conhaque em Wynlla.

1383. Fundada a Irmandade Pirata nas ilhas de Quelina, composta pelos piratas Jade, Malthus, Orontes, Melikos e Zabel.

1384. Mestre Arsenal derrota o sumo-sacerdote de Keenn, Destrukto, e assume seu posto. Em Lamnor, Niele encontra o Olho de Sszzaas, com o qual adquire poderes mágicos. A princesa élfica Tanya, é raptada por Thwor Ironfist. Tais eventos levam à formação da Aliança Negra dos Goblinóides, sob a liderança de Thwor. Niele é expulsa de Lenórienn, acusada de ser a responsável pelo rapto da princesa. Razlen Greenleaf, atual sumo-sacerdote de Allihanna, afasta-se de Lenórienn voluntariamente. Nascimento de Petra Tpish em Valkaria. Beldrad Isontorn assume a regência de Sambúrdia.

1385. Razlen Greenleaf parte para Ramnor. Thwor Ironfist derrota o avatar de Glórienn com as próprias mãos. Cai a nação élfica de Lenórienn, encerrando a Infinita Guerra com a derrota dos elfos. Fundação de Rarnaakk pelos goblinóides sobre as ruínas de Lenórienn. Formação dos Elfos Negros de Berforam, elfos amargurados devotados a Tenebra. Corcoran Schwolld, regente de Ahlen, é deposto, vítima de uma conspiração dos Vorlat.

1386. Razlen Greenleaf se isola na Floresta dos Espinheiros, que passa a ser chamada de Reino Greenleaf. Nasce Anne K., futura pirata e futura pestinha.

1387. Loriane estréia na arena de Valkaria, após um acordo com a maga Raven Blackmoon.

1388. Arkam recebe o artefato que lhe renderia a alcunha de Braço Metálico.

1389. O halfling Boghan e o elfo Thalin livram da morte uma menina nas proximidades de Khalifor. Em Deheon, o aventureiro Arkam ingressa no Protetorado do Reino. O condado de Portsmouth torna-se independente de Bielefeld e é reconhecido como reino integrante do Reinado, após uma sangrenta guerra civil. Com sua recente autonomia, Ferren Asloth impõe altas taxas de pedágio aos viajantes de Hongari, tornando a vida dos halflings cada vez mais difícil. Thorngald Vorlat ascende à regência de Ahlen, após envenenar seu próprio irmão. Início dos eventos vistos em O Inimigo do Mundo, onde um grupo de aventureiros começa sua misteriosa caçada ao misterioso assassino conhecido como o Albino.

1390. Thwor Ironfist termina a conquista de Lamnor, subjugando todos os reinos restantes no continente, e detém sua marcha antes de chegar a Khalifor. Morte de Fiodor Yudennach, rei de Yuden, sob circunstâncias misteriosas. Seu filho Mitkov torna-se regente, embora ainda mantenha o título de príncipe. Ocorre a primeira manifestação da Tormenta e a destruição de Tamu-ra. Fim dos eventos vistos em O Inimigo do Mundo. Tork, o troglodita anão, nasce e é expulso de sua tribo. Guryann Sayeloth assume a regência da União Púrpura. Khulai-Hûk assume a regência de Khubar. Warrick chega a Smokestone e funda a taverna Buraco no Bucho.

1391. Haramaki, o samurai insano, decide tornar-se um gladiador. Ocorre um estranho ataque de insetos no reino de Sambúrdia. Com a ajuda de Andrus o Aranha, Raven Blackmoon e Mestre Arsenal, um grupo de aventureiros põe um fim a ameaça de Lorde Enxame. Primeira aparição do caçador de recompensas Crânio Negro. O grupo de Leon Galtran e Vladislav Tpish invade um dos covis de Sckhar. Morte do Paladino de Jallar na batalha. Mais tarde, o grupo encontra os Rubis da Virtude em um antigo templo sszzaazita em Tyrondir. Em Bek’ground, Deheon, nasce Daice Commoner.

1392. O necromante Vladislav Tpish aplica os Rubis da Virtude no Paladino de Jallar, criando o Paladino de Arton. O Paladino de Arton extermina o dragão-rei verde, Heart, e liberta a mulher-demônio Tasha. Zadbblein torna-se a nova rainha dos dragões verdes. Nascimento da princesa Julie Janz, filha do regente de Bielefeld, Igor Janz.

1393. Rapto, reaparecimento, gradual loucura e destituição de Arthur Donovan III, da Ordem da Luz. Morte de Phillip Donovan por desgosto, ao ver o que o filho havia se tornado. Allen Toren Greenfeld assume a liderança da Ordem da Luz. O jovem Tork é aceito no Forte Hedryl, perto de Malpetrim, após provar seu valor rechaçando um ataque de elfos-do-mar.

1394. Tork parte do Forte Hedryl decidido a abandonar o mundo dos humanos, e navega até Galrasia. A nova geração de Cavaleiros da Luz e Cavaleiros de Khalmyr começa a surgir. James K. chega a Quelina e ingressa na Irmandade Pirata, após vencer e matar em público Melikos, até então membro da Irmandade.

1395. Tork chega a Galrasia e encontra Lisandra, tornando-se seu pai adotivo. Dahulatharrar, o artesão anão, dá início à construção de sua obra-prima, um labirinto.

1397. A Praga Coral de Lomatubar começa a afetar humanos e semi-humanos, tendo se adaptado para matá-los em grande quantidade e não mais afetar os orcs. Fundação da Guilda dos Curandeiros de Salistick. Tork parte de Galrasia e passa a viver como mercenário em Malpetrim. Karah-Lateck, matriarca dos Lulack-Nóck, realiza um ritual para começar a diminuir a população de Nova Ghondriann.

1398. Mestre Arsenal tenta trazer Sszzaas de volta, mas é impedido por um grupo de aventureiros. Para evitar o casamento arranjado com o Príncipe Mitkov, a Princesa Rhana foge para Triunphus. As tensões entre Deheon e Yuden aumentam. Em meio ao transtorno Kamilla, conselheira de Yuden, é assassinada e substituída por um membro da Sociedade da Áspide. Luigi Sortudo, bardo da corte do Rei Thormy, abandona Valkaria. Yelka, esposa de Thorngald Vorlat, é envenenada durante um jantar em Thartann, Ahlen. Mestre Arsenal derrota o Paladino de Arton em combate. Guryann Sayeloth derrota Kulack Ron em um torneio e continua regente da União Púrpura. Invasão dos esquilos na cidade de Norba, em Nova Ghondriann. Fundação do Circo de Esquilos de Pipp Boddin. Início da construção do Colosso de Coridrian, em Wynlla. Uma área de Tormenta se forma ao norte do reino de Trebuck, trazendo pânico ao Reinado.

1399. Logan Devendeer parte em missão e conhece Tellanni Dantallas, a Raposa. Sandro Galtran se torna um aventureiro e, em passagem por Malpetrim, causa a mudança do nome da Estalagem do Macaco Caolho para Estalagem do Macaco Caolho Empalhado. A princesa Rhana morre durante um ataque do Moóck e fica presa em Triunphus. Primeiros ataques dos Tiranos das Águas em Callistia. Rhumnam, a espada do próprio Khalmyr, é roubada de Doherimm pelo assassino conhecido como o Camaleão. A espada é supostamente recuperada das mãos do Camaleão e devolvida aos anões por um grupo de aventureiros (apesar de que alguns boatos contestam esse fato). Lisandra recupera o corpo do Paladino e o leva para Galrasia. Lisandra chega a Valkaria. início da Saga dos Rubis da Virtude. Na saga, Lisandra, Niele, Sandro e Tork esforçam-se para coletar os 20 Rubis da Virtude para restaurar o poder do Paladino. Nesse meio tempo, Helena, a Enguia-Rainha, é destruída pelo Paladino, e Niele é assassinada pelo Camaleão.

1400. Como vingança contra Sckhar, Luigi Sortudo manipula o Paladino de Arton para que este assassine Beluhga e provoque a ira do rei dos dragões vermelhos. Lisandra, em sua loucura, destrói a Vila de Kham e luta contra o Paladino. Sszzaas executa o final de seu Grande Plano, corrompendo definitivamente o Paladino e obrigando o Panteão a se unir novamente para colocar seu poder na espada Holy Avenger, a única capaz de matar o Paladino corrompido. Sandro Galtran se utiliza da espada para destruí-lo. Sszzaas retorna ao Panteão. Mestre Arsenal fica de posse da Holy Avenger. Fim da Saga dos Rubis da Virtude. Descoberta da Grande Fenda em Doherimm, que traz o temor de um novo ataque de trolls ao reino dos anões. Com a ajuda de um grupo de aventureiros, Rhana escapa de Triunphus. Morte de Ghellen Brightstaff, sumo-sacerdote de Valkaria. Thwor Ironfist toma Khalifor, rebatizando-a de Ragnarkhorrangor, e inicia a conquista de Tyrondir. A Tormenta avança sobre Trebuck e toma o Forte Amarid. Formado o Exército do Reinado, composto por soldados de todos os reinos humanos, que marcha contra a Tormenta pela primeira vez durante a Batalha de Amarid. Durante a batalha, descobre-se a existência dos Lordes da Tormenta, mas o exército fracassa e o Reinado perde o combate. Início da construção do Forte Coravandor, como medida de segurança em Trebuck. Crânio Negro entra em contato com o Lorde da Tormenta Gatzvalith e se torna o primeiro algoz da Tormenta. Primeiros contatos com os Moreau e os Filhos de Hyninn, ambos vindos do mar do leste.

1401. Explorações em Doherimm detectam a existência de uma nova raça de trolls – os Finntroll, ou “Trolls Nobres”. Captura do monge renegado Masaharu Sano e sua quadrilha de goblins na cidade de Valkaria. Rodleck Leverick rouba de Severus o título de sumo-sacerdote de Hyninn e o mantém aprisionado em uma masmorra dimensional. Hendd Kalamar, futuro sumo-sacerdote de Valkaria, é raptado por sszzaazitas e salvo por aventureiros. Valkaria é liberta de seu cativeiro por um grupo de heróis que passa a ser conhecido como “Os Libertadores”. Hendd Kalamar assume o posto de novo sumo-sacerdote de Valkaria. É formada a Ordem dos Cavaleiros Libertadores em Deheon.

1402. Tratados entre os Moreau, a Grande Academia Arcana e Vectora começam a ser forjados. Khubar pressiona o Reinado para a aceitação de Benthos como divindade menor verdadeira. Primeira expedição de aventureiros bem-sucedida realizada à cidade perdida de Lenórienn. Suposta destruição do Culto Vermelho. Partes do Labirinto de Valkaria começam a surgir em toda Arton. Formação da Área de Tormenta de Zakharov. Os Escolhidos de Beluhga partem para explorar a nova área e nunca mais são vistos. Convocação da Companhia Rubra pelo Imperador-Rei Thormy. Novas descobertas sobre os habitantes das Áreas de Tormenta. Descoberta do Aço-Rubi em Doherimm. O Barão Fheller Rautin de Hershey tenta alertar o Reinado sobre uma invasão dos minotauros de Tapista a Hershey, mas é tratado como um lunático. Ele retorna a Hershey e tenta organizar uma resistência a invasão, mas é morto pelos minotauros em Cratus. Invasão e escravização de Hershey pelos minotauros de Tapista. O evento é abafado pelas autoridades táuricas e não chega aos ouvidos de outras nações.

1403. Descobertos segredos sobre a ilha de Galrasia. Viagem planar a Venomia, reino de Sszzaas, revela a traição da raça nagah. Ocorrem os eventos vistos em O Crânio e o Corvo. Destruição da cidade de Norm por Cavaleiros da Luz corrompidos pela Tormenta. O reino da União Púrpura é arruinado após Crânio Negro infectar seus habitantes com simbiontes da Tormenta. Shivara Sharpblade, rainha de Trebuck, casa-se com o Príncipe Mitkov Yudennach, na esperança de obter auxílio contra a Tormenta. Trebuck e Yuden são quase o mesmo reino agora. A disciplina militar de Yuden começa a se espalhar pelo Reinado. Liderado pelo cavaleiro da luz Orion Drake, o Exército do Reinado triunfa sobre o exército de bárbaros simbiontizados criado e liderado por Crânio Negro. Vallen Drake, filho de Orion e Vanessa Drake, é raptado pelo Cavaleiro Risonho. Revelada a identidade de Crânio Negro.
A cidade de Nova Khalifor é fundada na Fronteira entre Deheon, Tyrondir  e Winnla em uma ilha que  fica  exatamente na fronteira dos 3 reinos.

1405. Ocorrem os eventos vistos em O Terceiro Deus. O Rei Mitkov é desmoralizado e deposto de seu trono pelo Rei-Imperador Thormy. Shivara Sharpblade assume o trono de Yuden. Crânio Negro torna-se o novo Lorde da Tormenta de Tamu-ra. O reino de Glórienn é tomado pela Tormenta, sendo Igasehra seu Lorde. Comandados por Orion Drake, um batalhão de deuses menores invade e destrói a Área de Tormenta de Tamu-ra, matando Crânio Negro. Glórienn perde seu posto como deusa maior, tornando-se deusa menor dos elfos, e cônjuge e escrava de Tauron, graças a seu pacto. Kallyadranoch, o Deus dos Dragões, retorna durante a batalha de Tamu-ra, tornando-se novamente deus maior. Ocorrem os eventos mostrados em Holy Avenger 41 e 42, que envolvem a pistoleira Savanna e a meio-dríade Lisandra.

1406. Mestre Arsenal ataca o Reinado com o Kishin, mas é derrotado por forças conjuntas de aventureiros. Um exército de orcs volta a atacar em Lomatubar, vindos de Kurikondir. Estouram as Guerras Táuricas, nas quais os minotauros de Tapista conquistam diversos reinos no sudoeste do Reinado. Tropas de Tapista invadem Deheon e Valkaria, tomando o Imperador-Rei Thormy e a Rainha Rhavana como reféns e partindo de volta a Tapista. O Reinado se fragmenta: do lado oeste, o Império de Tauron, governado pelo Imperator Aurakas. Do outro, o novo Reinado, liderado pela Rainha-Imperatriz Shivara Sharpblade, que também assumiu o posto de regente de Deheon. Tauron assume o comando do Panteão. Começa o repovoamento de Tamu-ra.

1407. Com o fim das Guerras Táuricas e a derrota de Arsenal, começa a reconstrução do Reinado. Os minotauros enfrentam todo tipo de revolta em seus novos territórios conquistados, e começam a trabalhar para remediar situações imprevistas que surgiram durante a guerra. Erov Kadall depõe Wyr Thorngrid e assume a regência de Nova Ghondriann. Callistia, Nova Ghondriann e Salistick se separam do Reinado, formando a Liga Independente.

1408. Tapista consegue assegurar seu controle sobre seus novos territórios.

1410. Os anões de Doherimm beiram uma guerra civil. O avistamento de goblinóides em Tyrondir começa a rarear, misteriosamente. Ocorre a Reunião Élfica na Vila Élfica de Valkaria, organizada pelo misterioso Morion. Um grupo de heróis élficos, incluindo o famoso grupo Dungeon Crawlers, inicia uma incursão a Lamnor em busca de vingança contra a Aliança Negra. Elfos Negros voltam a ser avistados em Malpetrim. O misterioso indivíduo conhecido como Ledd escapa da Fortaleza Hardof em Yuden e, junto com seu companheiro Ripp, parte em busca de suas memórias perdidas. Início dos eventos vistos na série em quadrinhos Ledd. O movimento purista volta a ganhar força em no Exército com Uma Nação. Lorde Enxame retorna ainda mais forte em Sambúrdia. A Liga Independente e Tyrondir começam a negociar a venda de armas de pólvora. Balek III, regente de Tyrondir, adoece. Lisandra assume o posto de Razlen Greenleaf como a nova sumo-sacerdotisa de Allihanna. Início dos eventos vistos na série em quadrinhos 20 Deuses. Descoberta a existência de poderosos itens mágicos nas Montanhas Uivantes que detêm o poder da antiga regente Beluhga. Alguns meses após casar-se com Lady Altamara Dallanthyr, Lorde Godfrey Hogarth, regente de Collen, adoece profundamente. Após vários anos sob o domínio dos minotauros, o reino de Hershey é rebatizado como Protetorado de Roddenphord. O Lorde da Área de Tormenta de Trebuck, Gatzvalith, estava criando várias áreas de Tormenta através de um ritual em que sacrificaria Niala, sumo-sacerdotisa de Wynna, mas foi derrotado por Samson Wulfred e Selleniarandalla. Praga Coral de Lomatubar foi revelada como um efeito da Tormenta.


Final de 1410 - começa os eventos vistos em Ledd, quando ele foge dá prisão com o Ripp e depois de Warton. (Isso é citado pelo Guilherme nos primeiros episódios dá Guilda do Macaco).

1411 - começa os eventos dá Guilda do Macaco, o reino de Svalas é separado de Yuden mais uma vez. Acontecimentos em Portsmouth começam a caminhar para uma rebelião contra Conde Ferren Asloth.

Começam os eventos de 20 Deuses.
Um Marid está causando cheias vinda das Montanhas Sanguinárias, sua influência se espalha por todo mundo de Arton, em Petrynia, seu exército de elfos-do-mar invadem uma aldeia perto de Malpetrim (esqueci o nome dela) e em Hongari, um Dragão marinho aliado a ele toma uma cidade (todos esses fatos ocorridos estão na Gazeta do Reinado).
Outros eventos devem ter ocorrido esse ano, mas que só serão revelados com o tempo.

1412 - No início do ano, Shivara Sharpblade e Arkham Braço Metálico são pegos juntamente com um grupo de aventureiros (guilda do Macaco) em uma armadilha de Yuden aliado a Fintrolls. Arkham morre e Shivara fica no reino dos Fintrolls, é dada como morta, mas há quem ainda tenha dúvidas de sua morte. Sem corpo, sem confirmação.

Yuden responde a ameaça de guerra de Lothar e cerca o condado de Karst em Svalas.

Eventos atuais ainda em andamento.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------